Irlanda do Norte

Irlanda do Norte é uma nação constituinte do Reino Unido, a única não-situada na Grã-Bretanha. Localiza-se, como seu nome sugere, na parte norte da Ilha da Irlanda, que divide com a República da Irlanda, um país independente e soberano.

A Lei do Governo da Irlanda de 1920 (Government of Ireland Act 1920), aprovada pelo parlamento do Reino Unido fez da Irlanda do Norte uma entidade política autônoma em 1921. Confrontado com exigências divergentes de nacionalistas irlandeses e unionistas para o futuro da ilha da Irlanda (os primeiros queriam um parlamento autónomo que governasse toda a ilha, os segundos não queriam nenhuma autonomia), e temendo uma guerra civil entre os dois grupos, o governo britânico liderado por David Lloyd George aprovou a lei, criando duas Irlandas com autonomia interna: a Irlanda do Norte, que continuaria sob o domínio do Reino Unido, e a República da Irlanda (também conhecida como Eire), independente.

O marco central da geografia da Irlanda do Norte é o lago Neagh, que com 392 km² de área configura-se no maior lago de água fresca das ilhas britânicas. Um segundo sistema de lagos bastante extenso é formado pelos lagos Erne Superior e Inferior, em Fermanagh.

( De Wikipedia : https://pt.wikipedia.org/wiki/Irlanda_do_Norte )

Estádio Windsor Park da Irlanda do Norte

Windsor Park é um estádio de futebol localizado em Belfast (Irlanda do Norte) Reino Unido. É o costume clube de golfe Linfield FC ea equipa nacional de futebol da Irlanda do Norte. O estádio foi inaugurado em 1905 com um jogo entre o Linfield FC e Glentoran FC, no entanto, a maior parte do estádio foi projetado e construído em 1930 em um projeto pelo arquiteto escocês Archibald Leitch (que também trabalhou nos palcos dos estágios Celtic Parque , Ibrox Park e Hampden Park).

Em 2007, após uma série de inspeções para verificar a certos critérios de segurança e conforto e, portanto, determinar se o estádio pode receber partidas internacionais e tiveram de limitar o número de lugares, fechando a tribuna da linha ferroviária a Federação de futebol da Irlanda do Norte começou a pensar em deixar o estádio. Planos para construir um novo estádio em outro lugar em Belfast ou Lisburn pelo futebol gaélico eo desporto fizeram a sua aparição.

Em outubro de 2007, na sequência do relatório sobre a segurança dentro do estádio, foi proposto para fechar a tribuna da Linha do Sul para jogos internacionais. Esta proposta é equivalente à força da Irlanda do Norte para construir um novo estádio ou para jogar suas partidas internacionais “em casa” na Inglaterra ou Escocia.

 

Destacados Orrelativo :

Seleção Irlanda do Norte de Futebol 

CamisolasFutebol

 

 

Seleção Irlanda do Norte de Futebol

A Seleção Norte-Irlandesa de Futebol representa a Irlanda do Norte nas competições de futebol da FIFA. O estádio nacional é o Windsor Park, localizado em Belfast, Irlanda do Norte, é o estádio principal e a casa oficial onde o Linfield F.C. manda seus jogos. O estádio também é utilizado para a Seleção Norte-Irlandesa de Futebol disputar jogos e finais da Copa da Irlanda do Norte e da Copa da Liga Norte-Irlandesa.

Camisola futebol Irlanda do Norte têm uniforme similar com seleção Irlanda. A camisolas e meias verdes e calças brancas, cores nacionais da Ilha da Irlanda, e também utilizadas pela Seleção Irlandesa que existiu entre 1882 e 1950, precursora oficial da Seleção Norte-Irlandesa.

Alguns de seus jogadores mais celebrados são: o meia Danny Blanchflower, líder da equipe na Copa de 58; o goleiro Pat Jennings, um veterano nos mundiais de 82 e 86 (detinha o recorde de ser o mais velho das Copas antes de Roger Milla); o temperamental meia-atacante Keith Gillespie e o atacante George Best, que, embora não tenha jogado nenhuma Copa, é não só o melhor futebolista norte-irlandês, como também foi eleito o melhor jogador britânico da história (superando o inglês Bobby Charlton, campeão mundial em 1966). Best, entretanto, não conseguiu jogar nenhum torneio oficial pela Irlanda do Norte; Gerry Armstrong, autor do gol da vitória histórica de 1 x 0 sobre a anfitriã Espanha na Copa de 1982, que permitiu a classificação norte-irlandesa para a segunda fase (quando foi superada pela França de Platini); e Martin O’Neill, capitão neste mundial. Em 1986, no México, a Espanha deu o troco nos norte-irlandeses, que foram eliminados na primeira fase (ambas as seleções estiveram no Grupo D – do Brasil – que ainda tinha as “Raposas” da Argélia na lanterna).

O Estandarte do Ulster, utilizado oficialmente como Bandeira da Irlanda do Norte entre 1953 e 1972, ainda é usado para representar as Seleções Norte-Irlandesas esportivamente, apesar de desde então a bandeira oficial ser a do Reino Unido.